Pular para o conteúdo

Blog

Como identificar e tratar diferentes tipos de gordura?

Estética - 17/01

Como identificar e tratar diferentes tipos de gordura?

 

O acúmulo de gordura corporal é um problema de saúde com consequências estéticas bem visíveis. Porém, nem toda gordura é igual! Existem seis tipos de gordura diferentes no nosso corpo e formas específicas de diminuir cada uma delas. Leia o texto abaixo e saiba mais sobre como tratar os diferentes tipos de gordura corporal.

 

Nem toda a gordura deve ser tratada do mesmo jeito. Nosso corpo possui seis tipos diferentes de gordura e, por incrível que pareça, nem todas elas são vilãs da boa forma. Algumas são necessárias para o bom funcionamento do nosso corpo e precisam ser mantidas. É importante conhecer as diferenças entre cada uma e saber quais são aquelas que precisam ser eliminadas.

 

Gordura essencial

Como já é dito no nome, esse tipo de gordura é importante para o nosso corpo, já que é responsável por regular a temperatura dos órgãos internos e também pela absorção de alguns nutrientes. É recomendado que o corpo possua em torno de 12% desse tipo de gordura.

 

Gordura branca

Essa é uma das gorduras que nos incomoda bastante, pois se acumula em forma de pneuzinhos. Ela é literalmente branca e é responsável por transformar calorias em depósitos de energia. Esse tipo de gordura é a que os tratamentos estéticos procuram se livrar, já que esses depósitos de energia geralmente se encontram em áreas como barriga, coxas e quadril. As moléculas desse tipo de gordura podem ser quebradas e eliminadas com tratamentos como a criolipólise ou radioterapia.

 

Gordura marrom

Esse tipo de gordura queima energia, ao contrário da branca, para gerar calor. Ela queima os estoques de gordura branca mais rapidamente quando estimulada.

 

Gordura bege

Assim como a marrom, essa gordura também é responsável pelo controle temperatura corporal. Porém, ela se origina a partir da gordura branca, através de exercícios físicos. Ela tem o potencial de combater o acúmulo de reservas de energia, portanto é uma aliada na perda de peso.

 

Gordura subcutânea

Essa gordura fica abaixo da pele, também com função de proteção. Mas, ela pode se acumular em pessoas que não se exercitam ou consomem muitas calorias. Portanto, ela deve ser controlada com exercícios e dietas equilibradas.

 

Gordura visceral

Esse tipo de gordura fica depositada entre os órgãos e até em alguns deles. Ela pode ser muito perigosa em excesso, pois prejudica o funcionamento correto do nosso corpo. O risco de hipertensão, diabetes e até de um acidente vascular cerebral. É muito importante estar atento a esse acúmulo de gordura, fazendo exames periódicos e acompanhado com um médico.

 

Manter todas essas gorduras controladas e em níveis estabilizados no seu corpo é um desafio. Porém, com as ferramentas certas é possível se manter saudável. Uma dieta equilibrada é essencial para o controle de gordura, equilibrando as calorias e não permitindo que depósitos de gordura ruim se acumule.

 

Uma das grandes aliadas para acabar com a gordura indesejada é a medicina ortomolecular, que consiste em promover um equilíbrio físico e químico do organismo, através de combinações de aminoácidos, proteínas, vitaminas e minerais que potencializam o poder do organismo contra as toxinas. As dietas ortomoleculares promovem uma alimentação baseada em alimentos naturais e ricos em vitaminas, para uma restauração química do corpo. Uma abordagem ortomolecular pode ser a ideal para se livrar de vez das gorduras indesejadas.

 

Quer saber mais sobre o assunto? Agende uma avaliação gratuita aqui na

Cadastre-se para receber as novidades:

Agende sua avaliação gratuita

Mensagem enviada
com sucesso!


Obrigado por se cadastrar para uma avaliação.

Em breve retornaremos seu contato.

Chamar no WhatsApp